Bairro da Beira mar

28-01-2020 282 Visualizações Património, Imaterial

 

O bairro mais típico da cidade de Aveiro!

 

 A pé, bicicleta ou até de tuk tuk não perca a oportunidade de conhecer o bairro visitado na cidade de Aveiro.

Sozinho, em casal, em grupo de amigos ou família temos a solução.

 

Walking Tour - desde €3/pax - ver mais 

Bicicleta - €14/pax (2 horas)

Tuk Tuk - €10 (45min) - ver mais

 

+info:

Não interessa a época do ano...porque qualquer altura é boa para visitar este famoso bairro de pescadores e marnotos (trabalhadores do sal - ver mais). No entanto, os festejos dos Santos padroeiros do bairro festejam-se em janeiro, pelo que é sempre uma boa oportunidade para ver o bairro em festa. Com regularidade mensal existem atividades culturais (dança, música) e feiras de artigos usados intercalando feira das velharias. 

Onde Estacionar a sua viatura perto do Bairro da Beira mar

Mapa turístico de Aveiro

 

Parte da história do Bairro da Beira-Mar

 

A norte do Canal do Côjo e junto ao Canal de São Roque existe um vasto bairro que tem uma história diferente do resto da cidade de Aveiro.

beira mar bairro

Outrora marinhas de sal (saber mais), juncais e searas este território tem o seu primeiro documento, um aforamento, corria o ano 1269, que o Rei Afonso III fez do lugar da Granja de Vila Nova. "Granja" que significava unidade de produção agrícola, e "Quinda da Granja", assim como "Campo dos Frades - Prazo Gil Homem, foram, segundo os registos históricos, os primeiros territórios que se identificam nesta zona. 

 

canal sao roque

 

Os anos avançaram, e já no século XVI surgem registos de duas ruas paralelas (Rua do Vento e Rua do Norte/Rua de São Bartolomeu) que rompiam os campos e territórios do lugar da Granja, na altura conhecido como Vila Nova. Desconhecendo o verdadeiro mentor desta ideia - se Gil Homem, se Tomés de Oliveira - a verdade é que estas duas ruas vieram trazer vida a esta zona da cidade criando condições para a dinamização urbana do local. 

 

rua do norte

 

Mais tarde surge um eixo marginal que viria a fazer a ligação entre as capelas existentes em Vila Nova: Capela de São Gonçalinho e de São Roque. Após a destruição da Capela de São Gonçalo (ver história) surge, já no ano 1734 a Capela de São Gonçalinho. Já a Capela de São Roque situa-se quase no final do Canal de São Roque. Importa referir que o São Gonçalinho é reconhecido como o Santo Padroeiro das gentes da Beira-Mar, e os festejos em sua honra ocorrem todos os anos no dia 10 de janeiro (ver mais).

capela são gonçalinho

Ainda se pode encontrar no Bairro da Beira-Mar uma outra capela, esta a mais pequena da cidade - A Capela de S.Bartolomeu, contruída em 1568 com o seus festejos a decorrerem a 24 de agosto.

Com a zona a crescer e a pressão urbana a fazer-se sentir, nesta agora procurada zona da cidade de início do séc. XX, as poucas áreas não urbanizadas, nomeadamente na Quinta da Apresentação, rapidamente foram alvo de aluguer para edificação de casas. Na primeira década do séc. XX existiu mesmo um plano urbanístico pormenorizado para povoar esta parte do bairro, com espaços verdes (o que, infelizmente para os residentes e visitantes, não se concretizou), com ruas perpendiculares e paralelas.

 

 

Saber mais em História do Rossio 

 
Informação obtida através dos livros:
Aveiro - Origens, brasão e antigas freguesias \ José Reinaldo Rangel de Quadros \ 1984
Evolução Urbana de Aveiro \ Maria José Curado \ 2019
Reflexões sobre a navegação do Rio Vouga \ Joaquim Baptista \ 1989

 ----------

 

FALE CONNOSCO

Telefone: (+351) 910 516 933
Telemóvel: (+351) 910 516 933
 

RESERVE A SUA EXPERIÊNCIA

geral@experimentaveiro.com
reservas@experimentaveiro.com

Comentários